Bulba RPG
Bem-vindo! Para ter acesso completo ao conteúdo do fórum deve fazer Login ou Registar-se
Bulba RPG
Após o impacto entre as Ultra Beasts e Giratina no Distortion World, o mundo ficou mais pobre. Alola foi destruida e muitos outros locais desapareceram do mapa. Porem, essa destruição trouxe uma calma aparente no mundo. Um sentimento de união espalhou-se pelo mundo e a solidariedade retornou. Novas Mega Evoluções e Cristalizações foram descobertas, levando a comunidade cientifica ao extase. Porem um pensamento mantem-se presente na mente de todos: até quando esta paz?
Temática: Inverno
Últimos assuntos
» [FICHA] NinnaTales (Mark)
{501} A vingança começa! EmptyHoje à(s) 1:01 pm por L Mars

» Capítulo II - Um novo mundo!
{501} A vingança começa! EmptyHoje à(s) 6:28 am por Le Fay

» #002 - Fly High!
{501} A vingança começa! EmptyHoje à(s) 6:13 am por Hiro

» Sorteios - Katherine ”Kathy” Le Fay
{501} A vingança começa! EmptyHoje à(s) 6:00 am por PokéDados

» {SOR} Yuri Yukihime
{501} A vingança começa! EmptyOntem à(s) 11:09 pm por PokéDados

» [Queixa] Falta e Atrasos de Mestre e Atualizações
{501} A vingança começa! EmptyOntem à(s) 7:02 pm por Instant

» [Cap.2] Por Mahogany, por Giratina!
{501} A vingança começa! EmptyOntem à(s) 6:56 pm por Instant

» [Sorteios] Tetsuya Hadesu
{501} A vingança começa! EmptyOntem à(s) 5:50 pm por PokéDados

» [Sorteio] Aron Tinuviel
{501} A vingança começa! EmptyOntem à(s) 3:59 pm por PokéDados



{501} A vingança começa!

Route 501

Ao meio dia, as nuvens se dissipavam e raios de sol finos e compridos como fios de macarrão iluminavam o caminho, em traços curvilíneos. O vento soprava atrás de mim, agitando minha camiseta e refrescando o meu corpo até demais. Ai que frio!

Caminhar sem destino tinha seus prós e contras. Nunca demoraria demais pra chegar, mas nunca chegaria a lugar algum. Pelo menos não caminhava sozinho, porque agora estava acompanhado de Vullaby, que sacodia suas pernas energeticamente tentando me alcançar. Isso era muito lindo e emocionante para mim. Não apenas vê-la me acompanhando como também tentando alcançar minha velocidade com suas pernas curtas — ainda que seria muito mais fácil para ela apenas bater as asas e voar muito mais rápido do que eu jamais poderia andar.

Passei minha mão sobre a cabeça cheia de penas dela, fazendo com que a mostrenga emitisse um ruído assustador que, aparentemente, era apenas a forma dela de dizer que gostava mim. Ainda bem. Pelo menos alguém.

Enquanto caminhávamos, olhava em volta atentamente. Queria ver se encontraria alguma árvore frutífera em meu caminho, para que pudesse recolher alguns suprimentos para nossa jornada.
OFF: Oi, mestre! Espero que possamos nos diverter juntos e, qualquer problema, pode me mandar uma MP ;3


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Off:
Olá Yuki. Espero que divirta-se na route. Qualquer coisa só falar. ^^


Apesar do clima agradável, os periódicos ventos outonais traziam algum desconforto para o jovem pesquisador. O mesmo não ocorria com a pequena abutre que protegia-se contra o vento gélido arrepiando suas penas, que serviam como isolante térmico.

O garoto procurava atentamente por alguma árvore frutífera, mas tudo que enxergava era as folhas de diferentes tonalidades que espalhavam-se por todo o lugar. Tudo indicava que não seria possível encontrar o que o mesmo procurava. Pelo menos até sua parceira grasnar alto e mostrar-lhe um Purrloin carregando uma suculenta fruta azul. Infelizmente um segundo grasnado fazia com que o felino adentrasse entre os arbustos tentando fugir das vistas do pesquisador. Como o treinador e sua parceira prosseguiriam?



Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Em busca de berries, analisei com cuidado as árvores das redondezas para verificar se, dentre as folhas secas, havia algum fruto para minha pokémon.

Não demorou muito para que a busca se mostrasse ineficaz e eu voltasse meus olhares para o caminho em minha frente. Não contava, porém, com o que estava por vir: como se estivesse se aproximando de mim, avistei um grande felino roxo com uma fruta na boca indo em direção a um arbusto, talvez querendo se esconder. Vullaby confirmou minhas suspeitas, aquilo definitivamente era um pokémon, e eu queria saber mais sobre ele.

E então, Vullaby, como vai ser? — Indaguei para minha parceira. — Nós vamos seguir adiante ou tentar pegar a fruta pra você?

Conforme o esperado, a ave tomada pela maldade, como de costume, bateu suas asas e correu desajeitada em direção à moita onde se escondia o Purrloin. Ela gritava e seus olhos quase que caíam da face, enquanto avançava na direção do pokémon selvagem.

Vullaby, use o Gust pra tirar a berry de perto dele, antes que ele a coma. Depois, repita o movimento pra evitar que ele se aproxime de você! — Disse, com um sorriso no rosto, tentando passar o mínimo de orientação para o meu urubu histérico. — Se ele não conseguir te alcançar, não vai poder te ferir.

OFF: Muito obrigado por me narrar!


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Ao atravessarem os arbustos um golpe de vento era disparado fazendo com que o felino roxo derrubasse sua berry. E ao tentar recuperá-la uma nova rajada de vento o impedia. O felino encarava a abutre com um olhar perverso e já mostrava suas garras quando uma movimentação agita seguida de um grito ofegante chamou a atenção de todos.

- Parem esse ladrão de quatro patas. - Um garoto parava levando as mão aos joelhos tentando recuperar o folego. - Obrigado por pega. Ele roubou a minha berry. - Disse expressando um largo sorriso para Yuki.

No entanto, essa distração era tudo o que Purrloin precisava. Pegou o fruto de volta e embrenhou-se no mato mais uma vez. Mas não sem antes encarar os treinadores com um sorriso matreiro e mostrar-lhes a língua.

- Essa não! - Exclamou o garoto.

Como Yuki agiria agora? Continuaria a perseguição ou tomaria outro caminho?

Treinador:
{501} A vingança começa! Aiger_10




Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Quando consegui tirar a fruta do gatuno, fui surpreendido pelos gritos e passos apressados de um garoto desconhecido, avançando rapidamente em minha direção e clamando a posse sobre o item que acabara de encontrar.

Que droga! Pensei que tivesse encontrado um pokémon e uma berry mas acabei ganhando... um problema. Como assim a frutinha era dele? Será que o nome dele estava ali? Se nem um Purrloin ele conseguiu apanhar, é muita coragem chegar já cheio de exigências. Só podia ser um Ranger, daqueles que me embrulhavam o estômago só de pensar.

Vullaby, ao meu lado, parecia tão confusa quanto eu. Não sabia se deveria ir atrás do pokémon e tentar tomar o fruto para mim porque, se o fizesse, teria que batalhar contra o felino e, depois, contra o enxerido que reclamava o ítem que ele mesmo perdera. Fazer tudo isso com a minha monstrinha tão inexperiente poderia acabar comprometendo nossa relação no futuro.

Ãm... Eu já vou indo. — Disse, apontando com o dedão sobre o ombro direito. — Estou com um pouco de pressa, então... Boa sorte!

Não tão discreta quanto eu, Vullaby grunhiu alto para o rapaz, claramente irritara por ter gastado sua energia em vão. Também estava frustrado, é claro, mas agir com imprudência, sendo um capanga da Imperium na minha condição, poderia ser um risco alto demais para valer a pena.

Seguiria, então, minha viagem, tentando deixar o descuidado rapaz para trás e focar minha atenção em seguir meu percurso até Accumula Town. Perto das árvores maiores, tentaria localizar algum item que pudesse ser útil no futuro.
OFF: Essa foi quase XD
Eu sei que ainda preciso batalhar pra sair da rota mas meu personagem não sabe e quer evitar conflitos desnecessários... Mas sinta-se livre pra arruinar os planos dele, se quiseres rs


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Off:
Achei que você iria ajudar o treinador, se quisesse, capturaria o Purrloin e o treinador contaria onde havia colhido a berry. Gente, essa galera da Team Imperium é muito desconfiada. xD


O pesquisador não apreciava em nada aquela situação e logo analisava tudo e prevendo o pior cenário possível resolveu colocar o bem estar de sua companheira em primeiro lugar. Diferente dele, a pequena abutre não gostou nada do ocorrido e parecia brava até mesmo com o garoto.

- Ok! - Respondeu o treinador sem entender muito bem o que se passava e novamente pôs-se a correr atrás do felino.

Ao retomar seu caminho o jovem pode ver a ave aborrecida tomar a frente pisando forte sem ao menos olhar para trás.

O caminho parecia longo e triste com a abutre em silencio por todo o caminho. Mas talvez algo poderia mudar toda aquela situação. Não muito longe dali, o jovem podia ver a copa ainda verde. Diferente das demais que traziam um tom amarronzado em suas folhas. Talvez ele tivesse melhor sorte por lá. Porém, a Vullaby poderia não querer ouvi-lo. Como contornaria tal situação?



Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Após o episódio com o Purrloin ladrão ser amigavelmente resolvido, tentei seguir minha viagem para Accumula Town. Entretanto, minha pokémon não parecia compartilhar das mesmas intenções que eu.

Avistei uma árvore verde, que parecia ainda não ter secado com o outono e, por isso, destacava-se das demais. Com certeza teriam berries ou pokémons do tipo planta por lá!

Vullaby, vamos lá! — Disse para minha acompanhante, que parecia ignorar-me, erguendo as sobrancelhas e cruzando os braços.

Mesmo que sem o amparo da arrogante pokémon, tentaria aproximar-me sozinho da planta verdejante, para saber quais mistérios ela escondia. Esperava que, menos tempo, Vullaby me seguisse.


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Ao se aproximar da árvore, Yuki podia ver que suas folhas verdes já ganhava um leve tom amarelado. Mas o mais importante é que ainda havia alguns frutos, infelizmente estava lá no alto. O jovem teria que escalar a árvore ou contar com a ajuda de sua parceria para que pudesse colher.

O local estava calmo e não parecia que havia alguém por perto até o som das folhas secas denunciarem um outro visitante.

- Oh! Você de novo. - Yuki ouvia uma voz um tanto familiar. - Infelizmente não consegui alcançar o gatuno. Então resolvi colher outra berry. Agora entendo sua pressa. Essas berries estão resistindo ao clima. Melhor sermos rápidos. - O jovem parou ao lado do pesquisador. - Foi difícil da primeira vez, mas agora já tenho algumas experiencia. - Sorriu estalando os dedos. - Você não parece do tipo que esta acostumado a esse tipo de coisa. Sou Yamato. Qual seu nome? - Disse alongando-se.

Parece que o jovem treinador mais uma vez cruzava o caminho de Yuki.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Mesmo sem a companhia de Vullaby, cheguei até a árvore frutífera e observei que haviam, sim, algum frutos nela. Contudo, as berries estavam distantes demais de mim e não poderia alcançá-las sem ajuda. Mesmo estidando meus braços até minhas costelas doerem e minha camisa revelar meu umbigo e pulando até meus pés doerem, tudo era em vão.

Nessa situação desconcertante, ouvi uma voz que chamou minha atenção. Era aquele menino de antes.

Oi. — Girei meus olhos e baforei seco, virando para ele com um sorriso. — Acho que tem frutas aqui o suficiente pra nós dois... Mas como podemos pegar? — Disse, apontando para as berries no topo da planta.


Não satisfeito com um estranho simpático, o rapaz queria mais intimidade comigo. Ele revelou-me o nome dele e perguntou o meu. Sinceramente, como fui me meter nessa enrascada?

Eu sou Yuri. — Anunciei. — Moro em Accumula Town. Na verdade, estou no caminho pra voltar para lá mas queria levar alguma coisa comigo pra emergências.

Lançando um olhar sobre meu ombro direito, percebi que Vullaby estava entediada demais para ficar confusa com aquela situação. Acho que ela só queria um pouco de ação mesmo.

 Hum... Yamato? — Disse, olhando nos olhos do garoto pela primeira vez. — Será que você pode me deixar sentar nos seus ombros pra eu apanhar aquelas berries pra gente?
OFF: Esse menino me seguindo deve estar querendo me vender algum plano de internet e.e


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Off:
Olá senhor. Por apenas... Ops. xD
Gostaria de algo na sua rota? NPC especifico ou algo do tipo? Rota rápida ou enrola um pouco? Sei lá. Pode escolher. xD


- Legal. Eu sou de Pallet. Estou iniciando minha jornada. - Respondeu sem tirar os olhos dos frutos. - É bom sempre estar preparado. Nunca se sabe quando algo de ruim vai acontecer. - Voltou sua atenção para Yuri.

O jovem simpático ouviu a sugestão do pesquisador mas parecia procurar por algo a sua volta de forma pensativa. Olhou em tudo e não achando nada encarou a abutre.

- Hey, Yuki. Porque você não pegou a berry com a ajuda de sua pokémon? - Disse utilizando sua pokédex na ave. - Seria mais fácil e rápido. Além do que, mesmo que suba em meus ombros creio que não vá alcançá-las.

Sem mais delongas, Yamato pendurou-se e subiu em um dos galhos da árvore. Sumiu dentre as folhas, mas logo reaparecia debruçando sobre o galho.

- Aqui Yuki, segura. - Jogou uma fruta para o pesquisador. - É uma das melhores. A maioria que se mantem na árvore estão com um aspecto ruim. - Completou voltando para cima para colher uma para si.

Mesmo Yuki não gostando o jovem o ajudava sem segundas intenções. O que o pesquisador faria a seguir. Esperar o jovem descer ou retomar seu caminho?



Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Por mais que não quisesse admitir, já percebia que esse Yamato era uma boa pessoa, de coração puro. A inocência quase infantil dele, na verdade, era linda de se ver e tocou profundamente meu coração. Não demorou para que me pegasse admirando as ações dele quase como um expectador, esquecendo-me até mesmo dos meus próprios objetivos ali.

Yamato subiu na árvore como um macaco e, sem demora, alcançou-me uma das frutas que colheu. Segurei a berry com ambas as mãos e coloquei-a na minha bolsa com cuidado para que não amassasse.

Muito obrigado. — Disse, com um sorriso.

Esperei, então, até que o garoto descesse da árvore. Ele poderia cair ou precisar de ajuda. Neste caso, talvez eu fosse útil.

Yamato... — Disse para o rapaz, assim que ele voltou à terra. — Você é um treinador iniciante também, certo? Nesse caso, será que você gostaria de uma batalha para treinar?

Esperava que o jovem Yamato aceitasse meu convite. Seria uma experiência boa para mim, e talvez acalmasse um pouco os ânimos da Vullaby, também.
OFF: Eu também não pensei em nada pra essa rota também, mas ela acabou ficando bem divertida xD


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Yamato ouvia atentamente o convite de Yuri e logo abria um largo sorriso.

- Claro, vai ser uma honra ter minha primeira batalha contra um amigo. - O jovem levava a mão as costas e puxava sua pokéball que estava presa ao cinto. - Vamos Chimchar. Hora da ação!! - Completou liberando seu pokémon.

Caminhando para trás, Yamato abria uma boa distância para que pudesse ter uma boa visão e não atrapalhasse o símio de fogo.

- Yuri, já adianto que não pegarei leve. - Sorria ao passar o polegar sobre o nariz. - Quando você estiver pronto.

Agora era só esperar que Vullaby se animasse e cooperasse com o pesquisador.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Eu e Yamato nos preparávamos para nosso primeiro confronto enquanto mestres pokémon. Essa batalha poderia ser uma boa oportunidade para criar laços com minha pokémon, bem como adquirir um pouco de auto-confiança. Para poder alcançar meus objetivos, precisava ser o melhor, e, batalhando contra ele, poderia provar para mim mesmo que era, sim, capaz de chegar lá.

Vullaby, está pronta? — Disse para minha monstrinha, que estava há alguns metros de mim.

A voadora bateu asas animada e emitiu um alto e estridente ruído, de arrepiar. Sorri, enquanto sacava minha pokédex e apontava para o pokémon adversário.

Sem demora, a voz robótica da máquina confirmou minhas suspeitas: aquele era o Chimchar, um dos clássicos iniciais do tipo fogo.


Chimchar, use o Leer e avance em direção à Vullaby para atacá-la com o Scratch. — Disse Yamato, meu oponente.


Vullaby, use o Leer, também! — Anunciei para a monstrinha. — Em seguida, use o Gust!


Naquele momento, os dois monstrinhos lançaram olhares maliciosos um sobre o outro. Chimchar parecia realmente raivoso mas acabou desmanchando-se ao ver Vullaby apertar seus olhos e inflar seu peito, em uma cena realmente intimidadora. O macaco, assustado escondeu os olhos com as mãos e fez com que Vullaby gargalhasse, emitindo notas agudas intervaladas, enquanto ciscava a terra com seus pés.

O que está acontecendo aqui? — Perguntou Yamato, confuso.

Vullaby não é afetada por esse tipo de ataque. — Respondi o oponente, piscando para minha monstrinha.

Sem demora, Chimchar partiu em direção à Vullaby. Contudo, ele foi recepcionado com uma parede densa de vento vinda das asas da pokémon urubu, que fez com que, assim que a acertou, fosse jogado contra uma árvore e caísse ferido no chão.

Chimchar! — Disse Yamato. — Você deve atacá-la com o... Scratch! Depois, repita o movimento!

Minha pokémon era arrogante e esnobe. Ao perceber que o oponente não tinha mais cartas na manga, ela riu como se a batalha já estivesse ganha.

Vullaby, foco! O combate não acabou! Respeite seu oponente. — Gritei, corrigindo a imprudência da montrinha, que recebeu meus comandos com cara feia. — Quando ele se aproximar, Furry Attack! Depois, jogue-o para longe com o Gust!

Chimchar avançou correndo em direção à Vullaby, desferindo um arranhão com sua para direita. Contudo, Vullaby bateu as asas e levantou alguns centímetros do chão, desferindo múltiplos ataques em uma velocidade frenética com suas patas, arranhando o rosto do macaco.

A batalha, porém, ainda não estava decidida. O monstro vermelho, fazendo uso de suas últimas forças, ergueu-se do chão e acertou uma das pernas da implacável abutre. Furiosa, ela gritou alto e, agitando suas asas mais rápido que nunca, arremessou o oponente para longe.

Fracassado, ele ergueu um braço mas logo derrubou-o novamente no chão. O confronto havia, finalmente se encerrado e eu tornava-me o vencedor de minha primeira batalha real!

Tomado pela felicidade, abaixei-me e abracei Vullaby, comemorando nossa vitória. A ave estava igualmente histérica, gritando e aceitando meus múltiplos beijos sobre o pelo mal cheiroso dela.

Chimchar, você foi corajoso. Obrigado, volte! — Disse Yamato, com a voz frustrada.

Muito obrigado pelo combate, Yamato. Você é um treinador de respeito, só não teve sorte na escolha do adversário. — Disse, confortando-o. — Agora vou seguir minha viagem para Accumula Town. Boa sorte pra você.

Estava muito contente com o desfecho da batalha mas, ao mesmo tempo, algo em mim estava chateado com a derrota de Yamato. Seguiria minha viagem mas levaria sempre comigo o aprendizado desse pequeno momento de euforia.


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I

Off:
Olá Yuri. Evento obrigatório realizado. Deseja algo? Se não, já pode seguir para a Skyarrow Bridge.


Vullaby sentia-se mais forte depois de sua primeira vitoria. E tudo isso só servia para inflar o ego da ave. Retomando seu caminho, Yuki deixava seu novo amigo Yamato acenando em despedida.

Vullaby recebeu 100 de exp. Vullaby subiu para nível 6.

O caminho estava calmo e Vullaby sentia-se a dona da Route 501. Ia a frente do pesquisador caminhando confiante e atenta a tudo. Parecia procurar por novos desafios pronta para expandir seu numero de vitorias.

Após algum tempo de caminhada o jovem podia senti a brisa marítima e ao longe via uma grande ponde suspensa. Não demoraria até deixar a Route 501.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Route 501

Contente por ter finalizado meu primeiro combate e estar saindo vitorioso dele, agora era minha hora se seguir viagem rumo à minha terra natal, Accumula Town.

Antes de seguir, porém, usei meus alguns algodões para limpar o bico e as patas de Vullaby. Escovei delicadamente seu pelo com uma toalha e a reidratei com um pouco de água e alguns biscoitos próprios para pokémon. Seu demora, ela estava curada e reenergizada, tão animada quanto eu.

Cuidar da minha monstrinha assim me emocionava. Lembrava da minha mãe, criando eu e os pokémons de viajantes desconhecidos com o mesmo amor há alguns meses.

Pronta? — Perguntei, sorrindo.

A galinha preta berrou enquanto batia as asas. Decidi interpretar aquilo como um "sim". Sem mais delongas, prosseguimos em direção à belíssima Skyarrow Bridge, que guardava a entrada de minha cidade natal. Finalmente poderia resolver os assuntos que deixei em aberto por lá.
OFF: Muito obrigado por tudo, Le Fay-sensei
Até a próxima ~


{501} A vingança começa! UDN0HED
{501} A vingança começa! OlHnC8M
{501} A vingança começa! OE7tQio
{501} A vingança começa! 3BaE2L4

Voltar ao Topo Ir em baixo



Capítulo I


Rota concluída


e trancada!


Pode prosseguir!




Voltar ao Topo Ir em baixo

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Postado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


Você não pode responder aos tópicos neste fórum